O Rio é o berço de movimentos culturais que ultrapassam as fronteiras da cidade e ganham o Brasil e o mundo. São muitos os movimentos musicais que começaram no Rio: o primeiro samba brasileiro, Pelo Telefone, nasceu em um morro carioca em 1917.

O carnaval incorporou o samba por volta de 1920. O chorinho surgiu ainda no final do século XIX e marcou toda uma época com grandes compositores. Depois vieram a Bossa Nova, a MPB e o rock brasileiro. Ritmos que nasceram ou escolheram o Rio para morar.

Além da música o Rio tem escolas de arte visuais que criaram toda geração de talentos. Tem ícones da arquitetura brasileira, como o Museu de Arte Moderna, o Palácio Gustavo Capanema e o Theatro Municipal. Tem escola de circo e também o maior polo de produção audiovisual do país. Há espaços dedicados às artes plásticas, à gastronomia, ao cinema, ao teatro, à música, ao futebol, à arte popular e à arte dos grandes museus do mundo.

O Rio de Janeiro é um caixa acústica cultural que reverbera em todo o Brasil e no mundo.