Por ocasião da abertura da avenida Central, hoje Rio Branco, o Governo Federal doou o terreno para a construção da sede do Clube Naval. A pedra fundamental foi lançada em 1905. O projeto eclético do italiano Tommaso Bezzi combina elementos neogregos com outras referências estilísticas. A execução ficou a cargo do arquiteto Heitor de Mello e a decoração interna coube ao pintor Helios Seelinger. A inauguração se deu em 1910.

Em 1928 um quinto andar foi acrescido. Além de conhecer a história do prédio o visitante verá obras de arte com destaque para a escultura francesa em bronze La Defensi du Drapeau e para o busto do primeiro presidente do clube, o Almirante Saldanha da Gama, no saguão de entrada.

Nos outros andares há muito o que apreciar, pois o acervo tem a peculiaridade de ter sido formado por doações de tripulantes dos navios que, voltando das missões em outros países, sempre traziam uma peça ou uma obra de arte para presentear o clube. Isso acabou por se tornar uma tradição, que agora estudiosos, turistas, estudantes e curiosos poderão conhecer. O Salão Nobre, por exemplo, é decorado com pinturas do artista Hélios Seelinger.

Inaugurato nel 1911, seguendo lo stile architettonico dei begli edifici della via Centrale. La visita dell’edificio è possibile ammirare le vari scultore francese in bronzo La Defensi du Drapeau. Su altri piani c'è molto da godere in quanto la raccolta è stata formata da donazioni da parte degli equipaggi delle navi che, di ritorno da missioni nei paesi, portava sempre qualcosa da dare al club.

E 'diventato una tradizione ormai in mostra per gli accademici, i turisti, gli studenti e il pubblico in generale. Main Hall, per esempio, è decorata con dipinti di Hélios Seelinger.

Created in 1884, the Club’s present headquarters were only inaugurated in 1911 in the architectural style of the beautiful buildings in the what was then called Avenida Central. Bisides being introduced to the building's history, the visitor will see works of art thw French sculture "La Defense du Drapeau" and the bust fo the club's first president Admiral Saldanha da Gama occupying in the entrance hall.

On the other floors there is much to enjoy since the collection was formed by donations from ship crews who, back from missions in the countries, always brought something to give to the club. It became a tradition now on display for academics, tourists, students and the public in general. The Main Hall, for exemple, is decorated with paintings by Hélios Seelinger.